News

Portal Único facilita exportação para micro, pequenas e médias empresas

Declaração Única de Exportação (DU-E) pode ser registrada na tela do Portal Único de Comércio Exterior pelo próprio empresário

Ficou mais fácil para micro, pequenas e médias empresas exportarem. A partir desta semana, os exportadores brasileiros poderão preencher a Declaração Única de Exportação (DU-E) na própria tela do Portal Único de Comércio Exterior ao invés de enviar os dados via Webservice, um padrão de comunicação entre sistemas, feito de computador para computador, utilizado majoritariamente por grandes empresas.

A DU-E substitui os atuais Registro de Exportação (RE), Declaração de Exportação e Declaração Simplificada de Exportação (DSE). Integrada à Nota Fiscal Eletrônica, a DU-E possibilita reduzir em até 60% a necessidade de preenchimento manual de dados. Com isso, promove-se a garantia da integridade das informações, redução de erros e a facilitação da comprovação das exportações junto aos fiscos estaduais. Espera-se redução de até 40% do prazo médio para a efetivação de uma operação de exportação.

Inicialmente, os registros da DU-E eram feitos apenas por WebService, uma tecnologia com uma linguagem cheia de códigos. E, para usá-la, era preciso o intermédio de especialistas em TI para integrar o sistema da empresa com o sistema do Portal Portal Único do Comércio Exterior.

Com a disponibilização da tela para registro, os operadores poderão registrar uma DU-E diretamente através da tela da declaração, de forma mais simples. O próprio empresário pode preencher a DU-E sem a necessidade de investimentos em equipes ou empresas de TI para fazer a integração de sistemas. A medida vai beneficiar principalmente as cerca de 17 mil micro, pequenas e médias empresas exportadoras.

Novo Processo de Exportações

Lançado em março de 2017, o Novo Processo de Exportações oferece trâmites simplificados para as vendas externas dos produtos brasileiros, com a eliminação de documentos e etapas e a redução de exigências governamentais. Inicialmente valia apenas para o modal aéreo, mas foi ampliado na última quarta-feira para as operações realizadas através dos modais marítimo, no Porto de Santos, e rodoviário, nas unidades aduaneiras em Uruguaiana e Foz do Iguaçu. Mais de US$ 50 bilhões de exportações anuais já podem se beneficiar de processos mais simples, rápidos e baratos no comércio exterior.

O acesso ao Portal Único de Comércio Exterior pode ser realizado através do http://portal.siscomex.gov.br/.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MDIC

Empresa esteve presente na Feira e Conferência Internacional da Indústria de Petróleo e Gás que aconteceu entre os dias 20 e 23 de junho em Macaé /RJ

Estimulada pela retomada dos investimentos na Bacia de Campos, que é considerada a maior área sedimentar já explorada na costa brasileira, a Interfreight Logistics participou da 9ª edição da Brasil Offshore. A recente sanção da Lei 13.365/2016, que permite a exploração nas áreas de pré-sal por outras operadoras além da Petrobras, e a provável adesão ao regime de concessão, foram fatores positivos que trouxeram aos visitantes da feira novas perspectivas para o setor de petróleo e gás.

Durante os quatro dias do evento, a Interfreight recebeu em seu estande aproximadamente 200 visitantes, que em sua maioria estavam em busca de soluções e oportunidades de novos negócios para suas empresas. “Ficamos bem animados com os resultados obtidos na Brasil Offshore. A Interfreight, diferente da movimentação que ocorreu nos últimos anos, vem apostando no setor de Oil & Gas, porém de maneira equilibrada e com os pés no chão. Por isso, mantivemos investindo em conhecimento para nossa equipe e na criação de novos serviços para retomada do setor. Hoje, podemos atender as expectativas das empresas que buscam soluções customizadas e adequadas ao mercado, e foi exatamente isso que apresentamos durante a feira”, comentou o diretor de desenvolvimento de negócios da empresa, Leonardo Schmidt.

Sucesso

A equipe comercial da Interfreight também comemorou o número de contatos realizados no evento e o surgimento de novos negócios. Para o executivo de vendas e novos negócios da Interfreight, Piero Alvarenga, participar da feira foi uma grande oportunidade para a empresa se firmar no mercado de Oil & Gas. “Iniciamos alguns relacionamentos bem interessantes na Brasil Offshore, e os resultados já são sentidos com o aumento no número de reuniões agendadas pós-evento com possíveis clientes, tornando a possibilidade de surgir bons negócios, parcerias e contatos com empresas do setor ainda maior”, comemorou Piero.

Segundo Leonardo Schmidt, a empresa, que já possui tradição em participar de grandes eventos de logística, como a feira Intermodal em São Paulo e a Rio Oil & Gas, no Rio de Janeiro, ter estado presente na Brasil Offshore só confirma a força da Interfreight em levar novidades constantes ao mercado. “Sempre que participamos de um evento buscamos aprimorar nossos serviços e atendimento para apresentar algo novo. Este ano destacamos nosso serviço de Carga Projeto, do setor de Project Division da Interfreight, onde oferecermos excelentes soluções para o transporte de cargas, sejam de Oil & Gas ou de qualquer outro setor que precise de opções customizadas, sem contar todos os outros serviços já consolidados e oferecidos pela Interfreight, como o agenciamento de carga aérea, rodoviário e marítimo e a assessoria aduaneira”, completou o diretor.

Fonte: Assessoria de imprensa Interfreight

Vídeos explicam como usuários devem realizar atividades como o registro de Declaração Única de Exportação (DU-E) e a recepção de mercadoria por Nota Fiscal Eletrônica (NFE)

Brasília  – A Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) do MDIC publicou, nesta quinta, uma série de tutoriais explicando funcionalidades do Novo Processo de Exportações do Portal Único de Comércio Exterior. O material está disponível no canal do MDIC no Youtube e também pode ser acessado por meio do Portal Siscomex.

Os vídeos mostram o passo a passo das novas funcionalidades do Novo Processo de Exportações, como o registro de Declaração Única de Exportação (DU-E) e a recepção de mercadoria por Nota Fiscal Eletrônica (NFE).

Para facilitar a navegação dos operadores de comércio exterior, os tutoriais foram organizados por funcionalidades. Cinco vídeos já estão disponíveis aos usuários:

Registrar Declaração Única de Exportação (DU-E)

Consultar Declaração Única de Exportação (DU-E)

Recepcionar mercadoria por Nota Fiscal Eletrônica (NFE)

Entregar mercadoria para o transportador

Manifestação de dados de embarque

Portal Único de Comércio Exterior

Em março, o Governo Federal lançou o Novo Processo de Exportações do Portal Único do Comércio Exterior, com objetivo de reduzir prazos e custos e aumentar a competitividade dos produtos brasileiros no exterior.

A iniciativa, coordenada pela SECEX e pela Receita Federal, com apoio de outros 20 órgãos de governo, eleva o patamar do Brasil no comércio internacional. São oferecidos trâmites simplificados para as vendas externas dos produtos brasileiros, com a eliminação de documentos e etapas e a redução de exigências governamentais. A facilitação alcançará cerca de 5 milhões de operações anuais de exportação, envolvendo mais de 25.500 empresas.

Quando completamente implantado, o Portal Único irá reduzir a burocracia e aumentar a eficiência nos processos governamentais de comércio exterior, encurtando os prazos médios das operações em cerca de 40%. A meta é reduzir o tempo de exportação de 13 para 8 dias e de importação de 17 para 10 dias, com consequente queda de custos para o setor privado.

A implementação integral do Novo Processo de Exportações tem os seguintes benefícios principais:

• Eliminação de documentos – os atuais Registro de Exportação, Declaração de Exportação e Declaração Simplificada de Exportação dão lugar a um só documento, a Declaração Única de Exportação (DU-E);

• Eliminação de etapas processuais – fim de autorizações duplicadas em documentos distintos, com possibilidade de autorizações abrangentes a mais de uma operação;

• Integração com a nota fiscal eletrônica;

• 60% de redução no preenchimento de dados;

• Automatização da conferência de informações;

• Guichê único entre exportadores e governo;

• Fluxos processuais paralelos – despacho aduaneiro, movimentação da carga e licenciamento e certificação deixam de ser sequenciais e terão redução de tempo;

• Expectativa de redução de 40% do prazo médio para exportação.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MDIC

Para acessar a matéria original clique aqui 

A Feira e Conferência Internacional da Indústria de Petróleo e Gás acontece entre os dias 20 e 23 de julho no Macaé Centro – Centro de Exposições Roberto Marinho, na cidade de Macaé/RJ

pin-brasil-offshoreA Interfreight Logistics confirmou sua participação como expositora na 9º edição da Brasil Offshore, evento considerado referência no setor de petróleo e gás. Na ocasião, a empresa de logística irá apresentar suas novidades e soluções para setor. Com grande tradição em gerar novos negócios no mercado, o evento é a única vitrine para empresas do segmento no primeiro semestre.

Segundo a organizadora da feira, Reed Exhibitions Alcantara Machado, a nona edição do evento já é considerado um sucesso. “Com mais de 550 marcas expostas, o ambiente técnico e de networking da feira será uma chance para os profissionais do setor entrarem em contato com novas tecnologias, produtos e serviços que otimizem os seus negócios”, comemora a Reed.

Para Interfreight, ser expositora na Brasil Offshore é um importante acontecimento, visto que a empresa possui um histórico de sucesso no setor, onde oferece soluções customizadas para cada necessidade. “Participar da feira é uma excelente oportunidade para Interfreight apresentar seus serviços para o setor de Oil & Gas, assim como seus serviços da divisão de projetos, logística e desembaraço aduaneiro”, afirmou Leonardo Schmidt, diretor de desenvolvimento de negócios na empresa.

O estande da Interfreight estará localizado na rua M28 no mapa da feira.

Serviço:

Brasil Offshore – Feira e Conferência Internacional da Indústria de Petróleo e Gás
Local: Macaé Centro – Centro de Exposições Roberto Marinho
Rodovia Amaral Peixoto, Km 170 – Barreto – Macaé/RJ – CEP: 27965-250
Datas: 20 a 23 de junho | 2017
Horários: Terça a Quinta das 14:00 às 21:00h | Sexta das 14:00 às 20:00h

Credenciamento em www.brasiloffshore.com

A Interfreight completou 20 anos de participação na feira Intermodal no ano de 2017. Nesta edição do evento a empresa apresentou além de suas soluções em comércio exterior e logística, seu novo vídeo institucional.

Confira no link abaixo o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=1SJZrVe-UzQ

Sempre apresentando soluções sob medida para as necessidades de cada cliente e prospects. Inovadora, a cada edição da feira a Interfreight busca se conectar às novas tendências de mercado e também na construção de parcerias de sucesso, levando para o dia-a-dia da empresa novas tecnologias e serviços diferenciados.

A Interfreight participa, desde 1997, da feira Intermodal South America em São Paulo/SP, maior feira de Comércio Exterior, Logística e Transporte da América Latina. Sempre apresentando soluções sob medida para as necessidades de cada cliente e prospects.
Inovadora, a cada edição da feira a Interfreight busca se conectar às novas tendências de mercado e também na construção de parcerias de sucesso, levando para o dia-a-dia da empresa novas tecnologias e serviços diferenciados.

Seus estandes são únicos e criativos, onde os visitantes podem conhecer as principais novidades da empresa e realizar novos negócios em um ambiente descontraído e acolhedor.

A Interfreight mantém a liderança no Ranking de Eficiência Logística do RIOgaleão Cargo, onde seus clientes encabeçam as cinco melhores posições em tempo de liberação da carga no aeroporto carioca.

O ranking do RIOgaleão Cargo tem o objetivo de apresentar mensalmente as empresas que melhor se destacaram em sua área de atuação, com o menor tempo de desembaraço aduaneiro no terminal de carga do aeroporto.

Assim, a cadeia logística que atende as indústrias que utilizam o terminal de cargas do aeroporto, como a Interfreight, são medidas por sua agilidade e exatidão dos documentos necessários para o desembaraço e liberação das cargas.

Os clientes da Interfreight ganham com a rapidez e prontidão dos insumos e produtos importados no aeroporto, a Interfreight também ganha pelo reconhecimento e eficiência na prestação de seus serviços aos seus clientes.

Fonte: Performance Interfreight – Ranking RIOgaleão Cargo

Formado 1992, em Cingapura, o World Freight Group – WFG é um dos grupos globais mais importante e atuantes na formação de parcerias entre as melhores empresas de transporte intermodal mundiais. Hoje com sede no Reino Unido, o grupo possui um rigoroso processo de adesão de novos membros que garante aos clientes dos associados as qualificações e habilidades necessárias para prestação de serviços multimodais de excelência e personalizados, além da formação de parcerias em escala mundial entre empresas de grande sucesso para trabalhos em conjunto.

Unindo-se ao WFG, a Interfreight passou a contar com mais de 500 membros parceiros, entre eles os principais portos e aeroportos em todos os continentes, que juntos possibilitam a Interfreight oferecer soluções globais, eficazes e sob medida para seus clientes.